Bauru completa dois meses no rodízio de água em bairros abastecidos pelo Rio Batalha

  • 09/07/2024
(Foto: Reprodução)
Ação teve início no dia 9 de maio afetando moradores dos bairros atendidos pelo sistema de captação da Lagoa do Rio Batalha passam, o equivalente a 27% da cidade, cerca de 100 mil pessoas. Nível do Rio segue abaixo do ideal e sistema de rodízio segue sem previsão de fim da medida. Sistema de rodízio no abastecimento em Bauru, segue há dois meses, e nível do Rio Batalha segue abaixo do ideal Prefeitura de Bauru/ Divulgação O Departamento de Água e Esgoto (DAE) de Bauru (SP) deu início ao sistema de rodízio em 9 de maio, exatamente dois meses atrás. À época, a baixa no nível da lagoa gerou preocupação ao departamento, já que cerca de 27% da cidade é abastecida pelo Rio Batalha. 📲 Participe do canal do g1 Bauru e Marília no WhatsApp A medida foi necessária, segundo o DAE, devido ao nível da lagoa de captação do Rio Batalha, que estava em 1,78 metro - o ideal é de mais de 3,20m. Durante os últimos dois meses, a autarquia lida com o cenário de seca e, segundo informações do presidente do DAE, Leandro Joaquim, alguns bairros da cidade já estão recebendo água 24 horas todos os dias. Segundo o DAE, o bairro Bela Vista, por exemplo, está sendo carregado com o poço do Distrito Industrial III, através do reservatório Nove de Julho. Parte das residências do bairro recebem água direto, enquanto outra parte recebe através do reservatório da Bela Vista, que também recebe dos poços praça da Bíblia, Padilha e Consolação. Já as regiões da Vila Independência e Vila Industrial estão sendo abastecidas com a interligação dos poços Imperial e Chácaras Cardoso no reservatório da ETA. Ação que também diminui o tempo de carga nas residências da região. Rodízio no abastecimento de água completa 2 meses em Bauru Segundo o presidente do DAE, as interligações realizadas durante o período do rodízio estão dando conta do abastecimento, por meio de poços localizados dos Alto da Cidade, do Centro e de parte do bairro Bela Vista. A interligação do Distrito Industrial III e Nove de Julho ainda está em andamento, com o objetivo de garantir à outra parte do bairro Bela Vista a autonomia sobre o Rio Batalha. Também está em andamento a interligação do Octavio Rasi. Com previsão de término em julho, o DAE informa que com as interligações concluídas, é possível reduzir a dependência da lagoa a 80 mil habitantes e, com isso, implementar o regime de rodízio de 24 horas com água, por 24 horas sem o recurso hídrico. Durante o contingenciamento, o DAE segue realizando o fornecimento de forma controlada, concentrando a distribuição da água às regiões programadas, para atender aos bairros que se mantém divididos em três grupos: Grupo 1 Vila Independência e Jardim Ouro Verde; Dias com abastecimento: quinta-feira (11), domingo (14) e quarta-feira (17). Grupo 2 Centro, Altos da Cidade, Jardim Bela Vista e Parque do Sabiás; Dias com abastecimento: terça-feira (9), sexta-feira (12), segunda-feira (15). Grupo 3 Vila Falcão, Alto Paraíso e Jardim Industrial; Dias com abastecimento: quarta-feira (10), sábado (13), terça-feira (16). O DAE disponibiliza uma ferramenta online para que os moradores possam consultar a lista completa e a situação dos bairros onde moram. A captação do Rio Batalha atende cerca de 27% da população de Bauru e, em 2020, os moradores dos bairros abastecidos por esse sistema viveram meses de rodízio que chegou a ser de até três dias sem fornecimento de água. A última vez que a cidade adotou o contingenciamento no abastecimento foi no fim de 2022. No momento, o órgão informa que há reclamações pontuais de falta de água no setor da Vila Falcão e Independência e que está resolvendo caso a caso ao realizar a verificação até na casa dos moradores para a resolução do problema. Limpeza do Batalha O serviço de limpeza das plantas da lagoa de captação do Rio Batalha teve início em 11 de junho. A limpeza estava sendo realizada da metade do rio até a lagoa de captação. Processo de limpeza do Rio Batalha segue suspenso Carlos Torrente/TV TEM Destaca-se que, em 12 de junho, o Governo Estadual garantiu R$ 250 milhões para fazer o desassoreamento dos rios de cidades que estão em emergência hídrica. O Governo pontuou Bauru como prioridade. Desde 24 de junho, o serviço de limpeza está suspenso até que o nível da lagoa seja suficiente para iniciar a retirada da taboa, uma outra espécie de planta, que está um trecho acima do rio. A lagoa precisa atingir aproximadamente 3 metros de profundidade. Caminhão-Pipa O DAE ampliou as equipes de caminhão-pipa para atendimento emergencial das 7h às 23h, todos os dias. Em casos urgentes de falta de água, o serviço deve ser solicitado no 0800 7710 195, disponível 24h para telefone fixo e celular, ou pelo e-mail 0800@daebauru.sp.gov.br Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília Confira mais notícias do centro-oeste paulista:

FONTE: https://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/2024/07/09/bauru-completa-dois-meses-no-rodizio-de-agua-em-bairros-abastecidos-pelo-rio-batalha.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Dois tristes

Simone Mendes -

top2
2. Haverá Sinais

Jorge & Mateus, Lauana Prado -

top3
3. Deu Moral

Zé Neto e Cristiano -

top4
4. Torre Eiffel

Manu Bahtidão, Guilherme e Benuto

top5
5. Gosta de Rua

Felipe & Rodrigo

Anunciantes